Life is Strange | O que esperar de uma continuação?

0

Mãe SerpenteLife is Strange é um dos maiores sucessos de 2015, com dezenas de nomeações em prêmios de Jogo do Ano. Isso é extremamente significativo para um jogo narrativo, já que normalmente apenas grandes produções costumam concorrer a esses prêmios. Mas a atenção de críticos e fãs é justificada. Diálogos bem escritos e uma narrativa fluida são pré-requisitos para qualquer jogo narrativo. Mas Life is Strange incluiu elementos de ficção científica, como viagem temporal e Efeito Borboleta, para criar um jogo extremamente sólido. Apesar de alguns problemas óbvios, como as falhas de sincronia labial e um final um pouco decepcionante, Life is Strange merece todo o carinho que recebe, e não é nenhuma surpresa que um segundo jogo esteja em desenvolvimento.

Life is Strange 2 foi anunciado em 2016, e deve sair no ano que vem. Mas, como a narrativa do primeiro jogo é completamente fechada, o segundo jogo irá se passar em outro lugar, com outros personagens, e apenas manter a premissa do original. Ótimo, essa é uma excelente forma de continuar com uma série de sucesso sem afetar a memória afetiva de entradas anteriores com inclusões novas em uma estória já resolvida. Mas uma entrada inesperada na franquia terá seu primeiro episódio liberado nessa quinta-feira, dia 31. E Before the Storm tem uma ligação direta com o primeiro Life is Strange.

Before the Storm | A prequela de Life is Strange

Before the Storm irá se passar três anos antes dos eventos de Life is Strange. Ao invés de Max Caulfield, a protagonista do jogo será Chloe Price. A dinâmica da dupla feminina será mantida nesse jogo, já que Rachel Ambers será parte central da trama. A narrativa irá seguir Chloe, enquanto a jovem tenta lidar com o novo casamento da mãe e a ausência de sua melhor amiga, Max. Além disso, segredos familiares de Rachel servirão de catalisador para sua relação com Chloe.

Escolhas que dão receio

A ideia de uma prequela direta de Life is Strange foi recebida com cautela pela Mãe. No título original, o jogador utiliza a habilidade de voltar no tempo para abrir diálogos exclusivos, e aos poucos passa a compreender melhor a estória de cada personagem, seus problemas pessoais e seus conflitos. Uma prequela, com algumas das mesmas personagens, está sob o risco constante de ser intrusiva à narrativa original, ou de ser monótona. Já sabemos qual é o ponto de chegada das personagens principais envolvidas em Before the Storm. Isso significa que o roteiro precisa ter um cuidado redobrado ao lidar com o mistério e a surpresa. Até porque, a princípio, não existem mais grandes surpresas.

A condução de roteiro se torna ainda mais delicada quando notamos que Before the Storm não tem os mesmos desenvolvedores de Life is Strange. A série principal de jogos é desenvolvida pela Dontnod Entertainment, um estúdio francês. A prequela será desenvolvida pela Deck Nine, um estúdio norte-americano. Isso porque a distribuidora Square Enix detém os direitos de Life is Strange, e tem a liberdade de fazer novas parcerias comerciais com personagens, cenários e recursos do jogo. Não tem como não lembrar do que aconteceu com a série Batman Arkham (2009 -, Rocksteady Studios), que teve um título externo encomendado pela Warner Bros., com um resultado muito abaixo do esperado.

Capa do jogo Life is Strange - Before the Storm, com arte em pretoe branco e o rosto de Chloe em destaque
Pelo menos já dá para saber que a arte oficial está bonita.

Por fim, a mecânica da viagem temporal não está presente em Before the Storm. E, para o bem ou para o mal, a possibilidade de refazer ações e brincar com resultados diferentes é parte do que garantiu o sucesso de Life is Strange. É claro que o jogo possui outras forças, como seu tratamento extremamente sensível ao abuso sexual, ao bullying, ao uso de drogas. Mas o apelo à ficção científica é o que atraiu muitos fãs, e sem isso a prequela pode se tornar menos interessante.

Escolhas que dão esperança

Apesar dos possíveis problemas, a Deck Nine já demonstrou uma grande consciência dos desafios que precisa enfrentar. Com a ausência da viagem temporal, o estúdio anunciou novas mecânicas de interação. Será possível escolher o modo de falar com personagens, ao invés de apenas decidir o que falar, o que irá aumentar as possibilidades de interação no jogo. Além disso, será possível utilizar de forma ativa o guarda-roupa de Chloe. E a promessa é que as personagens tenham reações diferentes de acordo com o que o jogador decide vestir.

Cena do jogo Before the Storm, prequela de Life is Strange, que mostra Chloe esmurrando o capô de um carro
E por falar em guarda-roupa e escolhas estéticas, vai ser difícil se acostumar com uma Chloe de cabelo castanho. Volta, azul!

Sabendo de suas limitações narrativas, Before the Storm também irá se limitar a três episódios. Life is Strange teve cinco. Essa escolha é delicada em um jogo episódico, já que ter menos capítulos significa ter um preço mais baixo para a temporada completa. Mas uma narrativa mais curta permite um controle maior, com um resultado final potencialmente mais consistente. A Deck Nine também escolheu utilizar a equipe original de dublagem, de forma direta ou como consultores, de acordo com a disponibilidade de cada um. O que demonstra respeito pelo trabalho original.

Por fim, a Deck Nine não é um estúdio iniciante. Antes conhecida como Idol Minds, a empresa trabalha com videogames há 20 anos. Apesar de não possuir experiência com jogos narrativos, os desenvolvedores possuem vasta experiência com videogames em geral, e isso certamente irá auxiliar a equipe no projeto.

Gameplay da Mãe | Life is Strange

A Mãe preparou uma gameplay completa de Life is Strange, no canal de YouTube da Falange. Certamente jogar é uma experiência muito mais satisfatória, já que você está no controle de todas as escolhas. Mas, caso alguém não tenha a oportunidade de jogar Life is Strange em primeira mão, o jogo é tão bem escrito que merece pelo menos ser assistido. Os episódios estão sendo processados, e até amanhã todos estarão no ar. Não deixe de se inscrever no nosso canal de YouTube para receber as novidades em primeira mão.

A gameplay está completamente legendada em português. Life is Strange não tem dublagem em outras línguas, apenas em inglês.